Chania

Mamãe Iansã

Eparrey Oyá!

Iansã, é um orixá feminino dos raios, ventos e tempestades na Umbanda, é sincretizada com Santa Bárbara, também protetora contra raios, tempestades e trovões, dentre os milagres atribuídos á Santa está a cura de uma garota em 1899 que sofria de uma doença incurável e que lhe deixava com as mãos paralisadas. Numa noite, a Santa teria lhe aparecido e ordenado: “Amanhã de manhã levante-se e toque piano”. A garota não conseguiu entender, mas a profecia foi cumprida na manhã do dia seguinte, como lhe fora prometido e então, Bárbara tornou-se Santa Bárbara.
Iansã Deusa do Rio Niger, é representada com um alfange e uma cauda de animal nas mãos, e com um chifre de búfalo na cintura, na umbanda é a senhora dos eguns os espíritos dos mortos.

Em uma das lendas relacionadas a esta Orixá, explica que o nome Iansã é um título que Oyá recebeu de Xangô. Esse título faz referência ao entardecer, Iansã pode ser traduzido como "a mãe do céu rosado ou a mãe do entardecer", Em outra Iansã foi mulher de Ogum e Xangô roubou-a de Ogum tornando-se seu verdadeiro amor.

• Cor: Amarelo ouro
• Dia da semana: Quarta-feira
• Elementos: Ventos - Rios - Fogo
• Número: 9
• Pedras:
     • Coral
     • Cornalina
     • Granada
     • Rubi
• Ervas:
     • Cana do Brejo
     • Colônia
     • Erva de Santa Bárbara
     • Erva Prata
     • Espada de Iansã
     • Folha da Canela
     • Folha de Fogo
     • Folha de Louro
     • Peregum amarelo
• Símbolo: espada, eruexin (instrumento feito de rabo de cavalo), chifre de boi
• Sincretismo: Santa Bárbara
• Vela: Amarela
• Saudação: "Eparrey Oyá”
• Oferendas "Amalá" :
     • Akará (bolo de fogo)
     • Batata doce
     • Camarão seco
     • Cebola seca
     • Canjica branca
     • Feijão fradinho
     • Folha de bananeira
     • Maçã vermelha
     • Pimenta malagueta
     • Champanhe


Oração!

“Santa Bárbara, que sois mais forte que as torres das fortalezas e a violência dos furacões, fazei que os raios não me atinjam, os trovões não me assustem e o troar dos canhões não me abalem a coragem e a bravura.
Ficai sempre ao meu lado para que possa enfrentar de fronte erguida e rosto sereno todas as tempestades e batalhas de minha vida, para que, vencedor de todas as lutas, com a consciência do dever cumprido, possa agradecer a vós, minha protetora, e render graças a Deus, criador do céu, da terra e da natureza: este Deus que tem poder de dominar o furor das tempestades e abrandar a crueldade das guerras. Por Cristo, nosso Senhor. Amém.”


Lendas de Iansã.

Por fazer parte do culto de diversas regiões da África, temos variadas versões de lendas mitológicas para esta Orixá. Então vamos apresentar aqui as mais contadas dentro dos Terreiros de Umbanda:

Iansã e o manto de búfalo.

Os casamentos de Iansã.

Chania

Sugestões- Alterações e Correções